Fome e propaganda

Depois que vi o trailer de Garapa, o novo filme-documentário do diretor José Padilha, fui investigar o problema da fome no mundo e fiquei pasmo. Segundo a ONU chegamos na marca de 1 bilhão de pessoas que passam fome no mundo, ou seja, quase uma de cada seis pessoas passa fome. Vivemos tão imersos na nossa realidade cotidiana que não nos damos conta que somos uma minoria distante de uma outra realidade, a dos que passam fome. No Zâmbia por exemplo, 47% da população está abaixo da linha da pobreza.

Alguns dia depois por acaso assisti na TV por assinatura um filme francês chamado “99 francos” (baseado em um livro de Frédéric Beigbeder, que foi redator na Young & Rubicam de Paris) . O filme mostra a vida de um redator publicitário de uma grande agência francesa, envolto em drogas, festas, egos enormes (inclusive o seu), até ele perder um amor e experimentar um fracasso profissional. A partir dai sua vida começa a mudar drasticamente. No final do filme uma frase diz que no mundo se gasta mais de 500 bilhões de dólares com publicidade por ano e que 10% seria suficiente para resolver o problema da fome. Fui novamente pesquisar e descobri que o número estava absolutamente correto. Talvez 10% não resolva o problema da fome, mas ajudaria bastante. Com certeza deve ser maior do que o PIB de muitos paises pobres. É só um exemplo, deve-se gastar muito mais do que isso com armamentos. Conclusão: a nossa sociedade está doente, muito doente, para conviver com tamanhos absurdos.

Dica:o filme vai passar de novo no Cinemax e, dia 20/07/2009 as 20h 20.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s