MOSTRA BICHOS DO SUL FOI VISTA POR MAIS DE 40 MIL

A mostra fotográfica Bichos do Sul, realizada em parceria com o SESC Santa Catarina, já foi exibida em dez cidades catarinenses e até agora já foi vista por 41.166 visitantes. Este ano ela vai circular por Palhoça, Itajaí, Urubici, Balneário Camboriú e Joaçaba.

Este projeto foi concebido pelo fotógrafo Zé Paiva a convite de Valdemir Klamt, coordenador da área de educação do SESC SC. O conceito central da mostra é proporcionar o conhecimento dos animais silvestres do sul do Brasil principalmente para as crianças da rede escolar, público alvo da mostra.

A mostra é formada pelas doze fotos abaixo e mais seis painéis de textos com informações sobre os animais escritos pela bióloga e escritora Márcia Riederer (autora do livro “Animais da nossa terra“). Cada um dos painéis de texto contém também uma frase do naturalista alemão Fritz Müller, que viveu no Brasil no século XIX.

Confira abaixo as fotos e o texto de apresentação do autor e curador Zé Paiva.

Segunda feira 25/01/2016 a mostra poderá ser vista na inauguração do SESC Palhoça em Santa Catarina à partir das 20 horas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Até a Renascença muitos cientistas eram também artistas e vice-versa. Um exemplo bem conhecido foi Leonardo Da Vinci (1452 – 1519), misto de cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. Principalmente depois da Revolução Industrial, a sociedade partiu para um crescente processo de especialização e assim a ciência e a arte foram dissociando-se.

Nesta exposição buscamos aglutinar a arte da fotografia ao conhecimento cientifico sobre os animais retratados. Para tanto buscamos inspiração no naturalista alemão Fritz Müller, que além de cientista era poeta, filósofo, professor, médico, agricultor e exímio desenhista.

No Brasil conhecemos mais animais africanos do que os nativos do nosso país. Esta mostra busca preencher um pouco essa lacuna exibindo animais da região sul: alguns raros, outros mais comuns, alguns ameaçados de extinção, outros não, uns mais conhecidos, outros menos, mas todos capazes de cativar nossa simpatia.

Todos os animais fazem parte de uma imensa teia chamada natureza, que não é algo dissociado do nosso mundo, sejamos urbanos ou não. Pelo contrário, todo equilíbrio da vida na Terra depende da natureza, pois tudo no planeta está interconectado. A isso chamamos ecologia, do latim oikos – casa e logos – estudo, ciência que estuda as interações entre os organismos e seu ambiente.

Cada animal, desde a enorme baleia, até a pequena formiga, tem seu papel nessa teia da vida. Desse equilíbrio depende nossa sobrevivência no planeta, pois para que a vida seja possível precisamos de água, de ar, de alimentos. Nós também temos um lugar nessa teia da vida, em todas as atitudes do nosso dia-a-dia. É premente que tomemos consciência do nosso papel nesse cenário e não vejamos a natureza como algo distante e belo para ser somente apreciado.

Zé Paiva

Texto de apresentação da exposição Bichos do Sul escrito em fevereiro de 2014

Anúncios

5 comentários em “MOSTRA BICHOS DO SUL FOI VISTA POR MAIS DE 40 MIL

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: