Making of da Expedição Santuário das Aves 2018

No feriadão de 15 de novembro tivemos a segunda Expedição Fotográfica Santuário das Aves. Fomos num grupo de 12 expedicionários a Tavares, Mostardas e São José do Norte, no Rio Grande do Sul, conhecer e fotografar as imensas paisagens do Parque Nacional da Lagoa do Peixe, Laguna dos Patos e o Refúgio de Vida Silvestre dos leões-marinhos-do-sul, entre milhares de aves e casarios antigos.

 

No primeiro dia fomos até o Refúgio de Vida Silvestre, que fica localizado no Molhe Leste, na entrada do Canal da Barra de Rio Grande. Depois de uma caminhada ao longo do Molhe encontramos um grupo de aproximadamente 20 leões-marinhos-do-sul, animais que chegam a pesar 350 kg. Depois de uma sessão de fotos partimos para o almoço a base de frutos do mar e uma visita ao centro histórico da cidade, que foi fundada em 1831. Na volta para Tavares paramos na Praia do Barranco, na Lagoa dos Patos e terminamos o dia admirando um belíssimo por do sol rosado na Barra do Estreito.

No segundo dia fomos na Trilha do Talha-mar, no Parque Nacional da Lagoa do Peixe. Atravessamos até a praia oceânica pelo meio das dunas e chegamos à Barra da Lagoa do Peixe, lugar onde ela se comunica com o mar. Lá avistamos muitas aves entre elas um bando de flamingos! Almoçamos no Sítio do Vô Tarso uma comida campeira e a tarde seguimos pela margem da Lagoa do Patos até o antigo Farol Capão da Marca, inaugurado por Dom Pedro II em 1849.

 

No terceiro dia começamos pelo Farol Cristóvão Pereira, de 1868, também as margens da Lagoa dos Patos. De lá seguimos para Mostardas, onde estava acontecendo o XIV Festival Brasileiro das Aves Migratórias na sede do parque nacional. Depois de visitar um ateliê de tecelagem com lãs naturais, seguimos pela praia oceânica até a Trilha do Talha-mar novamente de onde retornamos para Tavares.

 

A próxima expedição para lá será no Carnaval 2019 em março e já está com as inscrições abertas até 11 de janeiro. Vejam os detalhes aqui.

 

Anúncios

2 comentários em “Making of da Expedição Santuário das Aves 2018

Adicione o seu

  1. Parafraseando Proust, diria que a viagem (ou expedição) não consistiu em procurar novas paisagens, mas sim em adquirir novos olhares. Minha filha e eu saímos da viagem com a alma aberta e o coração alegre. Organização impecável, generosidade e ampla camaradagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: