Wei Wei, Andujar e Darwin

Ai Weiwei, Claudia Andujar e Charles Darwin; o que esses  três tem há ver? Neste momento no Rio de Janeiro tem três exposições incríveis sobre eles.

Weiwei é um artista chinês contemporâneo, considerado um dos mais importantes da atualidade. Seu trabalho está exposto no Paço Imperial e no CCBB Centro Cultural Banco do Brasil. Ele mescla instalações com textos, vídeos e objetos. Considero um artista engajado, pois apesar de ele dizer que: os artistas não precisam se tornar mais políticos; os artistas precisam se tornar mais humanos; sua obra fala de refugiados, de preconceito e outros temas atuais. Vejam aqui outras frases e algumas imagens do seu trabalho:

“A arte não é um fim mas um começo.”

“Os seres humanos não dominam o universo. São passageiros temporários.”

“O mundo é uma esfera. Não há Oriente nem Ocidente.”

“Um refugiado pode ser qualquer um. Pode ser você ou eu. A chamada crise de refugiados é uma crise humana.”

“A criatividade faz parte da natureza humana. Só pode ser desaprendida.”

Claudia Andujar é uma fotógrafa nascida na Suíça em 1931 que mora no Brasil desde 1955. A exposição “A Luta Yanomami” reune cerca de 200 fotografias de um acervo de mais de 40 mil feitas em mais de 30 anos de trabalho dedicados a esta etnia indígena da Amazônia. A exposição mostra também uma nova versão da instalação Genocídio dos Yanomami: morte do Brasil (1989/ 2018), manifesto audiovisual que apresenta uma retrospectiva do trabalho de Andujar, incluindo fotos tiradas entre 1972 e 1984. A mostra também exibe uma linha do tempo da carreira de Andujar que revela sua faceta ativista.

Para finalizar fui visitar a exposição “Darwin, origens & evolução” no Museu do Meio Ambiente, que fica no Jardim Botânico. A mostra tem uma proposta bem interativa, super bacana! Além de mostrar algumas descobertas do Darwin mostra também vários cientistas que colaboraram ou que foram influenciados por ele, como por exemplo Fritz Müller, o alemão que viveu em Blumenau, Santa Catarina, apelidado por Darwin de “Príncipe dos Observadores.”

SERVIÇO:

AI WEIWEI – RAIZ – 21/08 à 04/11

Local: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
(21) 3808-2020
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21 horas

ENTRADA FRANCA

A LUTA YANOMAMI – CLAUDIA ANDUJAR – 20/07 à 10/11

Local: IMS Rio
Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea – Rio de Janeiro/RJ

Funcionamento: Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 11h às 20h.

ENTRADA FRANCA

DARWIN: ORIGENS & EVOLUÇÃO – 30/08 à 30/10
Onde:Museu do Meio Ambiente – Rua Jardim Botânico, 1008 – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: De terça a domingo das 10h às 18h (entrada até as 17h)
ENTRADA FRANCA
Livre para todos os públicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: