Dul-tson-kyil-khor, a mandala de pó colorido

Durante oito dias o monge Tenzin Thutop, do Mosteiro Namgyal de Ithaca NY, trabalhou construindo uma mandala de areia, uma antiga prática do budismo tibetano. No oitavo dia, para surpresa e admiração dos nossos olhos ocidentais, ele tranquilamente desmanchou a mandala, depois de algumas preces, distribuiu alguns punhados de areia para o público e jogou... Continuar Lendo →

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: