CURSO DE FOTOGRAFIA AUTORAL – da ideia ao projeto

Dia 1º de agosto o experiente fotógrafo Zé Paiva inicia a segunda edição do curso de fotografia autoral. A primeira edição em 2015 foi um sucesso e resultou numa exposição coletiva no espaço multi uso d’O Sítio, um charmoso espaço cultural instalado num casarão secular na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

Imagem de Eduardo Beltrame, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Eduardo Beltrame, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Os encontros serão teórico-práticos, entremeando explanações, com projeções de imagens, seminários e oficinas práticas. Num primeiro momento será fomentado o desenvolvimento da linguagem fotográfica do aluno. Serão discutidos fundamentos teóricos e práticos de iluminação: uso de luz natural , artificial e lightpainting. Serão também abordados conceitos de composição a partir dos elementos visuais e referências estéticas e históricas da fotografia autoral e da arte no Brasil e no mundo.

Leticia-0889

Imagem de Letícia Barbosa, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Num segundo momento serão discutidas estratégias e metodologias para realização de projetos fotográficos autorais e as possibilidades de financiamento (editais, leis de incentivo, etc.). Neste momento os alunos irão formatar seus projetos e desenvolver um piloto do mesmo.

Imagem de Marcus Rodrigues, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Marcus Rodrigues, aluno da primeira edição do curso em 2015.

No final do curso será realizada uma exposição coletiva no espaço Multiuso d’O Sítio com o resultado dos trabalhos dos alunos.

Imagem de Daniela Colossi, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Daniela Colossi, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Abaixo alguns depoimentos de alunos:
Quando soube do curso fiquei muito interessado por causa da proposta de fotografia autoral. E foi exatamente como eu pensei, um ótimo curso, com um professor e amigo muito dedicado. Fazer parte da primeira turma de fotografia autoral foi uma ótima experiência. Indico a todos os amantes da fotografia. Zé, espero novas oportunidades de tê-lo como professor.  Marcus Rodrigues

Eu buscava uma capacitação em fotografia com um profissional experiente e com formação acadêmica na área sobre assuntos que me ajudassem a construir uma identidade profissional e visão de mundo na fotografia. O Curso de Fotografia autoral me proporcionou isso é o Zé Paiva ainda nos brindou com toda suas histórias e experiência.  Letícia Barbosa

Um curso maravilhoso que me inspirou a me dedicar a fotografia com outro olhar.  Micha Steinman

O fotógrafo Zé Paiva, além de um excelente profissional e uma pessoa muito muito “gente fina”, é um excelente professor e sempre trazia muitas referências para nós. Segundo, o nome do curso é perfeito: fotografia autoral! É isso que este curso te faz buscar: como é sua fotografia? O que você quer fazer com suas fotos? Após descobrir, Zé nos dar oportunidade e ferramentas para realização do projeto. Excelente curso. Quero mais Zé!!  Daniela Colossi

Gostei muito da forma que foram apresentados os assuntos, com muita participação dos alunos e uma grande oportunidade de se aprofundar no conhecimento da luz, da composição e de como um grande fotógrafo trabalha.  Tasso Scherer

CARGA HORÁRIA

36 horas divididas em 12 encontros de 3 horas cada.

DATAS E HORÁRIOS

Encontros semanais as segundas feiras das 19 as 22 horas.

Início 1º de agosto de 2016.

NÚMERO DE ALUNOS – mínimo 8 máximo 15

PRÉ REQUISITOS

Idade mínima de 18 anos

Experiência em fotografia (conhecimentos básicos).

INVESTIMENTO

R$ 1.500,00 em 1+2

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

contato@ositio.com.br

48 3065 5792

EXPOSICAO SEMINALIS

Abertura da exposição dos alunos do curso em 2015 n’O Sitio.

 

 

CURSO DE FOTOGRAFIA AUTORAL – da ideia ao projeto

Dia 5 de abril o experiente fotógrafo Zé Paiva inicia a segunda edição do curso de fotografia autoral. A primeira edição em 2015 foi um sucesso e resultou numa exposição coletiva no espaço multi uso d’O Sítio, um charmoso espaço cultural instalado num casarão secular na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

Imagem de Eduardo Beltrame, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Eduardo Beltrame, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Os encontros serão teórico-práticos, entremeando explanações, com projeções de imagens, seminários e oficinas práticas. Num primeiro momento será fomentado o desenvolvimento da linguagem fotográfica do aluno. Serão discutidos fundamentos teóricos e práticos de iluminação: uso de luz natural , artificial e lightpainting. Serão também abordados conceitos de composição a partir dos elementos visuais e referências estéticas e históricas da fotografia autoral e da arte no Brasil e no mundo.

Leticia-0889

Imagem de Letícia Barbosa, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Num segundo momento serão discutidas estratégias e metodologias para realização de projetos fotográficos autorais e as possibilidades de financiamento (editais, leis de incentivo, etc.). Neste momento os alunos irão formatar seus projetos e desenvolver um piloto do mesmo.

Imagem de Marcus Rodrigues, aluno da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Marcus Rodrigues, aluno da primeira edição do curso em 2015.

No final do curso será realizada uma exposição coletiva no espaço Multiuso d’O Sítio com o resultado dos trabalhos dos alunos.

Imagem de Daniela Colossi, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Imagem de Daniela Colossi, aluna da primeira edição do curso em 2015.

Abaixo alguns depoimentos de alunos:
Quando soube do curso fiquei muito interessado por causa da proposta de fotografia autoral. E foi exatamente como eu pensei, um ótimo curso, com um professor e amigo muito dedicado. Fazer parte da primeira turma de fotografia autoral foi uma ótima experiência. Indico a todos os amantes da fotografia. Zé, espero novas oportunidades de tê-lo como professor.  Marcus Rodrigues

Eu buscava uma capacitação em fotografia com um profissional experiente e com formação acadêmica na área sobre assuntos que me ajudassem a construir uma identidade profissional e visão de mundo na fotografia. O Curso de Fotografia autoral me proporcionou isso é o Zé Paiva ainda nos brindou com toda suas histórias e experiência.  Letícia Barbosa

Um curso maravilhoso que me inspirou a me dedicar a fotografia com outro olhar.  Micha Steinman

O fotógrafo Zé Paiva, além de um excelente profissional e uma pessoa muito muito “gente fina”, é um excelente professor e sempre trazia muitas referências para nós. Segundo, o nome do curso é perfeito: fotografia autoral! É isso que este curso te faz buscar: como é sua fotografia? O que você quer fazer com suas fotos? Após descobrir, Zé nos dar oportunidade e ferramentas para realização do projeto. Excelente curso. Quero mais Zé!!  Daniela Colossi

Gostei muito da forma que foram apresentados os assuntos, com muita participação dos alunos e uma grande oportunidade de se aprofundar no conhecimento da luz, da composição e de como um grande fotógrafo trabalha.  Tasso Scherer

CARGA HORÁRIA

36 horas divididas em 12 encontros de 3 horas cada.

DATAS E HORÁRIOS

Encontros semanais as terças feiras das 19 as 22 horas.

Início 5 de abril de 2016.

NÚMERO DE ALUNOS – mínimo 8 máximo 15

PRÉ REQUISITOS

Idade mínima de 18 anos

Experiência em fotografia (conhecimentos básicos).

INVESTIMENTO

R$ 1.500,00 em 1+2

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

contato@ositio.com.br

48 3065 5792

EXPOSICAO SEMINALIS

Abertura da exposição dos alunos do curso em 2015 n’O Sitio.

 

 

Trilha de Naufragados

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens

Praia de Naufragados

A Ilha de Santa Catarina, onde fica a maior parte do município de Florianópolis, possui dezenas de trilhas que percorrem a bela natureza da região, passando por praias, costões, florestas, dunas, manguezais e restingas.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens

Farol de Naufragados

O guia “Trilhas e Caminhos da Ilha de Santa Catarina”, de Augusto César Zeferino e Victor Emmanuel Carlson (Lagoa Editora 2005), mostra com detalhes os mapas e informações de 36 destas trilhas. Muitas delas passam pelas diversas unidades de conservação existentes na Ilha, tais como o Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, o Parque Estadual do Rio Vermelho, a Reserva de Carijós e o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, entre outras.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens

Fortaleza de Araçatuba

O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro é a maior unidade de conservação de proteção integral existente no estado, são mais de oitenta mil hectares de diversos ecossistemas: restingas, dunas, florestas com araucárias, campos de altitude, etc. A Praia de Naufragados e seu entorno fazem parte do Parque, que se estende até Garopaba, ao sul, e até São Bonifácio, à oeste, englobando também diversas ilhas oceânicas.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens

Aranha e cigarra

A trilha para a Praia de Naufragados tem quatro quilômetros de extensão, passando por diversos riachos e trechos de mata atlântica bem preservada. No lado direito da praia tem canhões e um farol do século XIX em funcionamento. A praia é acessível somente por trilha ou barco, não tem estradas. Resumindo, vale o passeio!

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens

Riacho na trilha

curso de fotografia autoral

post_elec

O curso “Fotografia Autoral” tem como objetivo preparar o aluno para criar, desenvolver e executar um projeto de fotografia em formatos variados, como publicações e exposições. Num primeiro momento será fomentado o desenvolvimento da linguagem fotográfica do aluno. Serão discutidos fundamentos teóricos e práticos de iluminação: uso de luz natural, artificial e lightpainting. Serão também abordados conceitos de composição a partir dos elementos visuais e referências estéticas e históricas da fotografia autoral no Brasil e no mundo.Num segundo momento serão discutidas estratégias  e metodologias para realização de projetos fotográficos autorais e as possibilidades de financiamento (editais, leis de incentivo, etc.). Neste momento os alunos irão formatar seus projetos e desenvolver um piloto do mesmo. Os encontros serão teórico-práticos, entremeando explanações, com projeções de imagens e seminários.

O local do curso será o espaço cultural “O Sítio”, um lugar super bacana na Lagoa da Conceição – Floripa, instalado num casarão secular rodeado de jardins. Veja mais aqui.

Sobre o ministrante

José Luiz Martins (Zé) Paiva trocou a engenharia pela fotografia após uma longa viagem pela Europa e norte da África, em 1983. Iniciou na sucursal do jornal “O Globo” em Porto Alegre.  Aprimorou seus estudos em 1993 no International Center of Photography, em Nova Iorque. Em 2012 concluiu sua Pós Graduação em Fotografia pela UNIVALI. Ensinou fotografia na UDESC, FURB e ESPM. Realizou exposições nas principais cidades do Brasil e recebeu diversos prêmios, entre eles o Raulino Reitz, da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina, em 2002, e menções honrosas no International Photo Awards, em Nova Iorque, em 2005, 2006 e 2012, e no Prix de la Photographie, em Paris, em 2007. Em 2009 foi selecionado para a coleção Pirelli / MASP de fotografia. Em 2010 foi finalista do Prêmio Conrado Wessel. Em 2012 recebeu o Prêmio Marc Ferrez da FUNARTE. Em 2004, lançou o livro Santa Catarina – Cores e Sentimentos, pela Editora Escrituras. Concebeu e coordenou o projeto do livro Expedição Natureza Santa Catarina, lançado em 2005. Em 2008 lançou o segundo livro da série, Expedição Natureza Gaúcha. Em 2012 lançou o terceiro livro da série Expedição: A Natureza do Tocantins. Atualmente circula com duas exposições pelo SESC SC – Bichos do Sul e Expedição Tocantins, ministra workshops e cursos em diversas cidades do Brasil e administra a Vista Imagens.

Carga Horária: 36 horas

Horários: De 01 de setembro a 24 de novembro, todas as terças feiras das 19h às 22h. (Dia 27/10/2105 não haverá aula)

Valor: R$ 1.500,00

Perfil do aluno: Fotógrafos amadores e profissionais, artistas visuais, estudantes de artes, comunicação e fotografia.

Pré-requisitos para o aluno: Necessário uma câmera e conhecimentos básicos de fotografia.

Inscrições e informações: O Sítio – Lagoa da Conceição – Florianópolis SC – (48) 3065-5792

“MAKING OF” DOS ILUMINADOS

Caros amigos

Aqui neste vídeo, dirigido por Felipe Queriquelli e editado por Rodrigo Ferrari, vocês podem ver um pouco do making of do projeto “Iluminados, personagens da Ilha de Santa Catarina”, trabalho contemplado com o Prêmio FUNARTE Marc Ferrez em 2012 e que resultou numa exposição no Museu de Arte de Santa Catarina em 2013.

https://vimeo.com/67097012

Neste outro vídeo produzido pelo artista Diego de Los Campos vocês podem ver um depoimento meu sobre o trabalho e imagens da exposição.

 

OS ILUMINADOS PASSARAM PELO MUSEU

A exposição “Iluminados, personagens da Ilha de Santa Catarina” encerrou neste último domingo 16 de junho de 2013 sua passagem pelo Museu da Arte de Santa Catarina, no Centro Integrado de Cultura de Florianópolis. Foram três semanas de exibição para um público de aproximadamente mil e quinhentas pessoas, além de estudantes de várias escolas e universidades.

Na noite da abertura um público de aproximadamente duzentas pessoas prestigiou a exposição. Houve um abertura solene com a presença do presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Sr. Joceli de Souza, além de representantes da ASBEA, Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura, que abria também a sua mostra na mesma noite. A Banda da Lapa, grupo centenário do Ribeirão da Ilha, animou o evento com retretas e o tradicional Rancho de Amor à Ilha.

O projeto foi contemplado com o Prêmio FUNARTE Marc Ferrez em 2012. Confiram abaixo as fotos de Guaraci Cabrera e a repercussão na imprensa local e nacional.

Vencedor do Prêmio Marc Ferrez, fotógrafo Zé Paiva expõe no MASC

Os “Iluminados”, do fotógrafo Zé Paiva, terão seu espaço no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) em Florianópolis, a partir de 22 de maio. A exposição, vencedora do XII Prêmio Marc Ferrez de Fotografia promovido pela Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), permanecerá no local até 16 de junho, com visitação gratuita. Paralelamente, o fotógrafo participará de bate-papo com o público (dia 28 de maio, às 19h) e ministrará um workshop (dia 29 de maio, das 19h às 22h).

Alecio  dos Passos

Sob curadoria de Denise Camargo, o projeto “Iluminados – Personagens da Ilha de Santa Catarina” mostra uma visão pessoal de Zé Paiva sobre os personagens inseridos em seus contextos de trabalho, alguns deles já conhecidos do grande público. Em comum entre essas pessoas estão suas ricas histórias de vida e o grande conhecimento de algum campo particular da cultura florianopolitana.

Polo Cabrera

“Zé Paiva compõe com rastros de luz. São eles que iluminam as histórias destes homens e mulheres marcados por seus ofícios. Nesta exposição, ele se embrenha também pelo cúmplice exercício de temporalidade na fotografia. E, entre poses e cenários, constrói uma paisagem para seus olhos e para os nossos”, define a curadora.

vista12d02535

Fazem parte da exposição 20 retratos e um autorretrato em formato backlight (fotografias montadas em caixas de luz), que serão expostos em uma sala na penumbra. A intenção do autor é trazer ao público a reflexão acerca da objetividade da imagem, já que os registros tiveram interferências do artista no cenário e na gestualidade da iluminação tipo lightpainting (pintura de luz com uma lanterna). Durante a exposição, será exibido o vídeo produzido pelo cineasta Felipe Queriquelli, que mostra o making of do trabalho executado pelo fotógrafo.

Seu Zequinha - pescador da Costa da Lagoa

A concepção da mostra partiu do trabalho realizado por Zé Paiva para a disciplina Imagem e Comunicação, ministrada pela curadora e professora de pós-graduação em Fotografia da UNIVALI, Denise Camargo. Inspirado pelo livro “A fotografia entre documento e arte contemporânea”, do francês André Rouillé (Editora SENAC – 2009), o autor começou com uma série de autorretratos em pose frontal, usando roupa, fundo e cenários neutros. Iluminado por lightpainting, Zé quis mostrar como somente a iluminação já é capaz de dar subjetividade ao resultado final. “A partir daí, incentivado pela professora Denise, iniciei uma experimentação para construir uma série de retratos de personagens usando essa técnica, incorporando à imagem a contextualização dada pelo cenário doméstico de cada retratado”, complementa o fotógrafo.

autorretrato

Sobre Zé Paiva

José Luiz Martins Paiva, ou simplesmente Zé Paiva, trocou a engenharia pela fotografia após uma longa viagem pela Europa e norte da África, em 1983. Iniciou no fotojornalismo na sucursal do jornal O Globo. Mudou-se, então, para Florianópolis, onde, desde 1984, dirige sua empresa.

Aprimorou seus estudos em 1993 no International Center of Photography, em Nova Iorque. Em 2012, concluiu sua pós-graduação em Fotografia pela Univali. No meio acadêmico, atuou ainda como professor de Fotografia na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB) e na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Realizou exposições nas principais cidades do Brasil e recebeu diversos prêmios, entre eles o Raulino Reitz, da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina, em 2002, e menções honrosas no International Photo Awards, em Nova Iorque, em 2005, 2006 e 2012, e no Prix de la Photographie, em Paris, em 2007. Em 2009 foi selecionado para a coleção Pirelli/MASP de Fotografia. Em 2010 foi finalista do Prêmio Conrado Wessel na categoria ensaio fotográfico.

Teve trabalhos publicados em dezenas de livros, revistas e calendários. Em 2004, lançou o livro Santa Catarina – Cores e Sentimentos, pela Editora Escrituras. Concebeu e coordenou o projeto Expedição Natureza Santa Catarina, que resultou no livro lançado em 2005 pela editora Letras Contemporâneas. Em 2008, lançou o segundo livro do mesmo projeto, Expedição Natureza Gaúcha, em parceria com a Editora Metalivros. Em 2012 lançou o terceiro livro da série Expedição: A Natureza do Tocantins.

Atualmente, administra sua empresa, a Vista Imagens e ministra oficinas de fotografia.

Serviço:

O quê: Exposição Iluminados – Personagens da Ilha de Santa Catarina, de Zé Paiva

Onde: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis/SC

Abertura: 22 de maio de 2013, às 19h.

Visitação: de 23 de maio a 16 de junho de 2013. De terça-feira a sábado, das 10h às 20h30min; domingos e feriados, das 10h às 19h30min.

Conversa com o artista: 28 de maio de 2013, às 19h, no MASC.

Workshop: 29 de maio de 2013, das 19h às 22h. Serão disponibilizadas 20 vagas gratuitas. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail mis@fcc.sc.gov.br

Informações: (48) 3953-2319/3953-2324

(Visitas mediadas devem ser agendadas com antecedência)

Entrada gratuita

Fernanda Peres

fernanda@fcc.sc.gov.br
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis / SC
Telefone: (48) 3953-2354
Site: www.fcc.sc.gov.br
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura
Twitter: www.twitter.com/fccoficial


Zé Paiva

ze@vistaimagens.com.br
www.zepaiva.com.br
www.vistaimagens.com.br
fone 48 32697744
cel 48 8822 9660 (claro)
cel 48 9696 1900 (tim)