Trilha de Naufragados

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens
Praia de Naufragados

A Ilha de Santa Catarina, onde fica a maior parte do município de Florianópolis, possui dezenas de trilhas que percorrem a bela natureza da região, passando por praias, costões, florestas, dunas, manguezais e restingas.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens
Farol de Naufragados

O guia “Trilhas e Caminhos da Ilha de Santa Catarina”, de Augusto César Zeferino e Victor Emmanuel Carlson (Lagoa Editora 2005), mostra com detalhes os mapas e informações de 36 destas trilhas. Muitas delas passam pelas diversas unidades de conservação existentes na Ilha, tais como o Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, o Parque Estadual do Rio Vermelho, a Reserva de Carijós e o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, entre outras.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens
Fortaleza de Araçatuba

O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro é a maior unidade de conservação de proteção integral existente no estado, são mais de oitenta mil hectares de diversos ecossistemas: restingas, dunas, florestas com araucárias, campos de altitude, etc. A Praia de Naufragados e seu entorno fazem parte do Parque, que se estende até Garopaba, ao sul, e até São Bonifácio, à oeste, englobando também diversas ilhas oceânicas.

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens
Aranha e cigarra

A trilha para a Praia de Naufragados tem quatro quilômetros de extensão, passando por diversos riachos e trechos de mata atlântica bem preservada. No lado direito da praia tem canhões e um farol do século XIX em funcionamento. A praia é acessível somente por trilha ou barco, não tem estradas. Resumindo, vale o passeio!

Florianopolis, Santa Catarina - foto de Ze Paiva - Vista Imagens
Riacho na trilha
Anúncios

Filmes, livros e sítios

13 dicas de filmes, livros e sítios na internet, sobre fotografia ou natureza, e algumas vezes sobre os dois juntos. Originalmente publicado no blog da ESPM Porto Alegre, onde dou uma master class de fotografia de natureza no Curso Avançado de Fotografia Digital.

Sites:

Ashes and snow, foto de Gregory Colbert.

Ashes and Snow:
Ashes and Snow é um projeto do artista canadense Gregory Colbert. Ele é formado por fotos, filmes e um romance e foi exibido em um museu itinerante, o Nomadic Museum. O trabalho explora as relações entre humanos e animais e foi visto por mais de 8 milhões de pessoas em cidades como Veneza, Nova Iorque, Santa Mônica, Tóquio e Cidade do México. Esta é a exposição de um artista vivo mais visitada de todos os tempos.

AFNATURA:
Portal da Associação de fotógrafos de natureza, onde é possível se associar e acompanhar a divulgação de oficinas e exposições.

Jim Brandenburg:
Site do fotógrafo Jim Brandenburg, que trabalhou para a National Geographic por 30 anos. Além de uma vasta amostra da obra de Brandenburg, comercializa fotos, livros e dvds do artista.

Life Through Time:
Fala sobre o projeto Life, que aborda a diversidade da vida na Terra, desde seus primórdios até os dias atuais. A obra é realizado através da integração da fotografia (LIFE Book), Orchesta (LIFE Music), uma amostra itinerante (LIFE Exhibits) e o próprio site. O responsável pelo projeto é o fotógrafo holandês Frans Lanting.

International League of Conservation Photographers
É uma organização baseada em projetos que busca conscientizar as pessoas sobre a conservação ambiental através de fotografias. De caça ao aquecimento global, perda de habitat para a erosão cultural, a sustentabilidade de corredores biológicos, o trabalho de fotógrafos iLCP abrange toda a gama de ameaças à biodiversidade.

Livros:

Foto de Luiz Carlos Felizardo.

A Câmara Clara – Roland Barthes
Último livro escrito pelo filósofo Roland Barthes, propõe uma reflexão sobre a imagem fotográfica e sobre a vida e a morte.

Imago – Luiz Carlos Felizardo
Traz textos de autoria do fotógrafo porto-alegrense Luiz Carlos Felizardo,  publicados na revista Aplauso. O fotógrafo será o homenageado no 5º FestFoto Poa, que acontecerá de 6 de abril a 1º de maio de 2011.

Satolep – Vitor Ramil
Romance que tem como protagonista um fotógrafo que volta a Satolep, sua cidade natal. A história se passa no início do século 20 e tem “personagens” ilustres como o poeta João Simões Lopes Neto, o jornalista Lobo da Costa e o cineasta Francisco Santos.

Mar de Homens – Roberto Linsker
Esta publicação apresenta 92 fotos que retratam o dia a dia de pescadores artesanais. Linsker iniciou o trabalho em 1997 e percorreu a costa brasileira em busca de imagens que representassem a dura rotina desses trabalhadores.

Chased by the Light – Jim Brandenburg
Este é um livro emblemático para mim, pois acho incrível a disciplina que o mestre Brandenburg teve que ter para realizar este projeto. Durante 90 dias, entre o o equinócio de outono e o solstício de inverno, Brandenburg desafiou a si mesmo e fez apenas uma fotografia por dia, em filme. O resultado pode ser visto nesta publicação, que não foi lançada no Brasil.

Filmes:


Na natureza selvagem
Dirigido por Sean Penn, conta a história verídica de Christopher McCandless, um jovem americano que decide abandonar tudo para chegar até o Alasca e poder viver isolado na natureza, longe da civilização.  Além de uma ótima história bem filmada, a trilha do Eddie Vedder (Pearl Jam) é de primeira!

Ashes and Snow
Este é o documentário da exposição Ashes and Snow. O filme mostra a harmonia entre humanos e animais num país fictício em aproximadamente uma hora de documentário poético.

Antes da chuva
Este longa traz dois personagens que tem relação com a fotografia: Anne, editora de uma agência de fotos, em Londres e Aleksander, fotógrafo de guerra. Conflitos étnicos-religiosos entre os Macedônios ortodoxos e muçulmanos Albaneses são o pano de fundo para os dilemas existenciais do fotógrafo que volta a sua terra natal.

Lixo Extraordinário:
Conta o trabalho do fotógrafo e artista plástico Vik Muniz, que durante dois anos registrou o dia a dia de catadores em um dos maiores aterros sanitários do mundo, o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro. Concorreu ao Oscar de melhor documentário este ano.

Museu da Photografia

Últimos dias da ótima exposição Museu da Photografia, organizada pela Unidade Florianópolis-Ilha da UNIVALI juntamente com o Estúdio Brandão Fotografias. Ela está no Floripa Shopping somente até sexta feira 15/10 das 10 as 22 horas.. Também podem ser vistas as fotos da exposição O mar avança,  feita pelos alunos da disciplina de fotografia documental do curso de graduação em Fotografia. O professor Marcelo Jüchem me convidou para colaborar na seleção das fotos. Abaixo algumas fotos do evento.

A clássica Nikon F
Graflex Crown Graphic, usa filme 4x5 polegadas em folha.
Polaroid SX 70, outra clássica.

Um vislumbre do Tibete hoje

Abre amanhã no CEBB Centro de Estudo Budistas Bodisatva, no Campeche, Florianópolis, a exposição fotográfica : Um vislumbre do Tibete hoje, do fotógrafo Sonam Zoksang. Sonam nasceu no Tibete mas vive em Nova Iorque. Você pode saber mais sobre seu trabalho no site http://www.visionoftibet.com/

A expo fica só no fim de semana 9 e 10 de outubro, das 9 as 19 horas, durante a realização do seminário A Roda da Vida, com o Lama Padma Samten.

Guia Itaucard Brasil

Um dos últimos lançamentos da Editora Bei (com til no i, pois é tupi e significa “um pouco mais” – só não descobri ainda como colocar esse til), como todos que conheci até agora, é um guia que se destaca no mercado brasileiro. Começando pela fitinhas verde-amarelas que servem como marcador. É apresentado como um guia de opinião, ou seja, em vez de simplesmente despejar cidades, bares, restaurantes, hotéis e congêneres, sugere roteiros pelos Brasil, com dicas e comentários sobre os lugares. A capa é do fotógrafo Cássio Vasconcellos, uma das suas maravilhosas fotos aéreas, esta especificamente da Praia de Carneiros em Pernambuco. Eu participei do guia com algumas fotos da região sul e sugestões de roteiros surgidas em papos com Marcelo Delduque, responsável pela coordenação editorial do trabalho.

Uma das pérolas é o comentário do multi-artista Bené Fonteles sobre o litoral norte da Bahia. Ai vai uma palhinha:

“Como viajante aprendiz e morador de todas as regiões do Brasil, sinto ter de dizer que muitos lugares aonde fui e vivi estão perdendo seu real encantamento, certa pureza original e as qualidades essenciais de alumbrar nossos sonhos e sentidos. O próprio turismo, por mais ecológico que seja, vai tirando de lugares que achamos até romanticamente sagrados essa aura de simplicidade e leveza. Embora fique cheio de dedos para falar de um lugar onde essa aura ainda se encontra de certa forma intacta…” Quem quiser saber o segredo do Bené vai ter que comprar o guia, vale a pena…

Imago – novo livro de Felizardo

Rolodex, de Luiz Carlos Felizardo

O grande fotógrafo portoalegrense Luiz Carlos Felizardo lança em julho, seu novo livro Imago, que reúne textos do autor publicados na revista Aplauso, onde é colunista desde 2001. O título é produzido pela Lathu Sensu e financiado pelo FUMPROARTE. Aqui no blog você pode conferir um destes textos, intitulado “Reduto de Artistas“, sobre o meu livro Natureza Gaúcha e sobre o livro Porto Alegre de Eurico Salis.

Para Felizardo, a fotografia “É um mundo vasto, sim. É uma das poucas formas de produção de imagens que pode ser feita e entendida ou como registro histórico, ou documento, ou informação jornalística, ou instrumento de pesquisa científica — ou arte. E, frequentemente, é mais de uma coisa ao mesmo tempo.”

Nascido em 1949, Luiz Carlos Felizardo estudou na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) entre 1968 e 1972, ano em que deixou o curso e passou a dedicar-se exclusivamente à fotografia. Utilizando câmeras de grande formato, produziu obras reconhecidas internacionalmente nas áreas de fotografia de paisagem e arquitetura.

A partir de 1975, realizou mostras individuais em diversas cidades brasileiras, em Buenos Aires e La Plata, na Argentina, e em Montevidéu, no Uruguai. Participou também de coletivas internacionais em países europeus, como La Fotografía Iberoamericana, em Madrid; Brasilianische Fotografie, na Alemanha; e Fotografía Brasileña: Historia y Contempo-raneidad, em Portugal. Em 1991 e 2006, teve  imagens selecionadas para integrarem o acervo da Coleção MASP/Pirelli.

O lançamento de “Imago” acontece às 19 horas de 6 de julho, no restaurante Moeda do Santander Cultural, na rua 7 de Setembro,  1028, em Porto Alegre.

Floripa na Foto

Começa hoje o Festival de fotografia Floripa na Foto. Uma bela iniciativa da Duo Arte (leia-se Lu Renata e Lucila Horn) viabilizada através do edital Elisabeth Anderle da Fundação Catarinense de Cultura. A partir de hoje haverá uma infinidade de palestras, oficinas, workshops (alguém sabe a diferença?), foruns, e outras atrações com grandes nomes da fotografia brasileira (imperdível). Eu estarei ministrando uma oficina sobre fotografia de natureza (já esgotada, inclusive a turma extra). Aqueles que ficaram de fora não se aflijam, pois no início de julho vou dar uma oficina de dois dias na UNIVALI campus Florianópolis (SC 401), em parceria com o curso de graduação em fotografia. Breve mais informações.

Hoje as 19h30 é a abertura do evento que acontece no Centro de Eventos da UFSC com a palestra do Evandro Teixeira sobre os seus 50 anos de fotojornalismo. Na palestra, Evandro traça um panorama dos momentos históricos no Brasil e na América Latina onde registrou cenas da ditadura militar como a “Passeata dos Cem Mil”, que retrata o célebre protesto contra a ditadura militar no Brasil ocorrida em 1968, a queda do governo Allende no Chile, além de cobertura em Copas do Mundo e Jogos Olímpicos.

Foto de Evandro Teixeira para o livro "Canudos 100 anos".

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: